A CORRUPÇÃO NO BRASIL: UMA ABORDAGEM SISTÊMICA

Assim como fazemos parte de um clã familiar, todos nós pertencemos a muitos sistemas ao mesmo tempo. Um país é, portanto, um sistema em que atuam as mesmas leis que regulamentam todo grupo, desde famílias, empresas, escolas, cidades, estados e outros.

A Constelação Familiar é um método de terapia breve estruturado a partir da visão sistêmica da Vida e é possível por seu uso, abordar a questão que mais se destaca nas mídias atuais no Brasil: as instituições governamentais corrompidas e destruídas assim como um grande número de agentes públicos envolvidos em corrupção juntamente com empresas privadas.

Do mesmo modo que um grupo familiar tem sua origem, o país também tem sua gênese, mesmo que não a conheçamos de forma mais objetiva. Seguramente, nossa história não começa com a chegada dos navegadores europeus. Muitos povos habitavam desde tempos muito antigos as terras que passaram a ser chamadas de Brasil. Junto e após os navegadores, vieram outras etnias, muitas trazidas como escravas. Genocídios, crimes e muitas outras barbaridades foram cometidas em nossas terras brasileiras com a entrada dos europeus e suas caravelas, sem falar da violência dos bandeirantes. Tudo isso faz parte de uma espécie de “segredos de família” na história do nosso Brasil. Conta-se uma versão romantizada que não corresponde à realidade.

Na família, precisamos, se quisermos pertencer, equilibrar o dar e o receber e respeitar a hierarquia, honrar a todos os antepassados, mesmo a aqueles familiares antigos que não teriam as credenciais e os comportamentos aceitos como corretos. Em relação ao nosso país é a mesma postura exigida: gratidão e reverência aos que vieram antes de nós na formação do Brasil. Isso gera a força para construir novos caminhos.

Para ter uma visão de presente melhor e de futuro mais livre da corrupção e de outros males que assolam o Brasil, paradoxalmente, é preciso sentir que fazemos parte. Que tudo isso de ruim ou de positivo nos toca, não estamos livres do que vem nas veias da nossa ancestralidade brasileira, porém, não estamos condenados eternamente a padecer de tantas mazelas e transmiti-las para as gerações futuras.

A consciência individual de pertencer a uma consciência maior que é a do Brasil, nos permitirá olhar de uma maneira diferente para a destruição do Estado e da organização da nossa sociedade, percebendo que isso faz parte da nossa herança, porém, podemos transmutar a energia pesada que acompanha esse legado.

Ao olhar com amor para os povos que nos antecederam aqui, que tiveram seus pais e crianças destruídos pelas doenças usadas como armas contra eles, pelo aço cortante, pela pólvora e pelo chumbo; olhar com respeito para os que verteram seu suor e suas lágrimas neste solo, depois de serem arrancados de suas famílias e nações, poderemos nos reconciliar com a verdadeira história do nosso Brasil e conquistar a paz necessária para, num ritmo próprio, seguir com mais leveza, prosperidade e paz na sociedade tão dilacerada por uma cultura que já está obsoleta e não serve à Vida. (Aluísio Alves: Terapeuta Sistêmico, Constelador Familiar, Psicanalista).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *