CURE-SE PARA DESFRUTAR DA VIDA

Por quê tantas pessoas não conseguem desfrutar da vida mesmo se esforçando para ter saúde, amor, prosperidade, dinheiro e paz? Por quê, outras que já conquistaram essas preciosidades materiais e emocionais também não se sentem felizes?

O que tenho aprendido nos últimos trinta anos, ao atender individualmente ou em grupo, é que existem pelo menos três causas para tanta desconexão com o que é agradável e prazeroso na vida:
Primeiramente, um forte sentimento de rejeição, vindo desde a infância; depois, autoestima desequilibrada e, por último, autoconfiança fraca.

Tudo isso é sintoma de adoecimento da alma. Então, a providência que tomo ao identificar algum ou todos esses motivos em alguém, é atuar para que a pessoa aceite ser curada, sinta-se merecedora de um apoio mais profundo. A grande questão é que os sofrimentos da alma, às vezes, são tão intensos, que o ser humano não permite receber ajuda que resolva suas dores que são as verdadeiras origens da sua infelicidade e da falta de vontade de viver.

Encontro muitas pessoas que estão “interditadas” pelos pais, como se não tivessem a bênção deles. Isso pode ser real ou imaginário, mas, para saber, é preciso ir além da terapia convencional ou dos sistemas tradicionais de cura. Mergulhar no universo da alma é algo que exige mais do que técnica, é preciso genuíno amor pelo semelhante e um preparo espiritual suficiente para apoiar a pessoa no processo de sair do fundo da impotência e da dor e ir para o alto da montanha da saúde e do bem-estar. Sem estar curada a pessoa não consegue desfrutar da vida plenamente.

É preciso dizer também que nesse movimento de permitir-se receber a cura, faz-se necessário cuidado para não confundir a espiritualidade com o senso comum e a fantasia. Como outros já vem percebendo, atualmente, está acontecendo uma avalanche de “formações” rápidas e em massa de “mestres” e de “professores” espirituais, fatos que trazem muita preocupação. A autoilusão é um risco para os apressados.

Neste cenário de adoecimentos, violências e desequilíbrios de toda ordem em que a humanidade se encontra, é preciso, individualmente, buscar discernimento e procurar ajuda para limpar a vida do que traz sofrimentos e permitir-se desfrutar da plenitude da existência, alegrando-se com a saúde, o amor, a prosperidade, o dinheiro e a paz.

Faça sua parte: busque a cura para a alma e desfrute mais da vida porque tudo se evapora muito depressa. Viva plenamente e realize os sonhos da sua alma! (Aluísio Alves: Doutor em Educação Médica, Psicanalista, Constelador Familiar).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *