O QUE ACONTECE APÓS A CONSTELAÇÃO FAMILIAR?

O movimento da alma em busca da solução e da cura continua após a pessoa receber uma Constelação Familiar.

O doutor Serge King, famoso xamã havaiano, após um workshop de cura, comentou: “você deve mudar o foco, ou então mudar o quadro de referência”. Essa afirmação nos ajuda a compreender que, na maioria das vezes, as pessoas buscam a Constelação Familiar com algum tipo de interpretação sobre os próprios problemas que enfrentam. Essas interpretações nem sempre estão corretas. Quem já recebeu alguma constelação já percebeu que é comum gente chegar e pedir para ver alguma coisa, que, durante o processo se revela como algo totalmente diferente do que pensava ser a causa ou origem do problema.

Já explicitei em outros momentos, que a alma é mais lenta do que a mente. A alma tem um tempo diferente do tempo dos relógios humanos. A alma precisa de um tempo que só ela conhece e sabe. Portanto, qualquer tipo de ansiedade ou tentativa de apressar a alma não funciona. E, conforme já sabemos, esperar não é uma virtude muito comum. Esperar é um exercício profundo e que exige uma mudança de perspectiva. Daí o xamã Doutor Serge King recomenda que é preciso “mudar o quadro de referência”… o que pensamos não é exatamente o que a alma percebe ou necessita. A alma tem sua própria percepção, seu ritmo e suas necessidades. Descobrir isso exige também uma conexão interna sem ruídos.

Após receber uma Constelação Familiar, a maior parte das pessoas passa imediatamente a experimentar mais serenidade, maior clareza e mais saúde. Sentem que suas vidas foram colocadas em ordem e se sentem mais leves e dispostas para os desafios naturais da existência. Por outro lado, um número significativo de pessoas pode experimentar:

a) inquietação e algum tipo de irritabilidade;
b) sensação de que tudo piorou;
c) dificuldades em relações com pessoas ou situações;
d) cansaço físico ou mental.

Tudo isso dura horas ou até dias, porém, são reações naturais da alma que está compreendendo, colocando-se ordem e limpando-se como resultado da cura recebida.

Mas, isso tudo é a necessidade de olhar-se e perceber o mundo e as relações de forma diferente de antes. Os olhos espirituais se abriram e isso exige adaptações à vida, por isso, paciência é a palavra de ordem. Tentar interferir não é positivo. É preciso dar tempo, o tempo que a alma precisa. (Aluísio Alves: Doutor em Educação Médica, Psicanalista, Terapeuta Sistêmico, Constelador Familiar)

5 thoughts on “O QUE ACONTECE APÓS A CONSTELAÇÃO FAMILIAR?

  1. Ana Claudia Reply

    Boa tarde

    Queria agradecer a oportunidade de constelar os meus anseios
    Foi libertador estou sentindo que aos poucos vou conseguir encontrar o meu caminho ,pois consegui enxergar parte da minha origem
    Esta noite apos a constelação familiar de ontem dormi mais perto de Deus
    GRATIDÃO

    • cassiana Post authorReply

      Parabéns pela pela sua busca, Ana Claudia. Desejamos que fique cada vez melhor e que encontre tudo o que vem buscando.
      Um abraço!

  2. Erika Gomes Reply

    Eu estou até agora meio assustada, nunca achei que me livraria de tantas dores no corpo e na alma de uma hora pra outra! Tenho imensa gratidão por Td que vcs me fizeram viver neste sábado, confesso ter sido a melhor experiência já vivida! Obrigada é uma palavra que não expressa nem a metade do que sinto por vcs! Que todos os seres tenham a mesma oportunidade que tive…. Gratidao eterno!

  3. Thaísse Christiane Schreier Reply

    Boa noite. Já participei de inúmeros workshops sobre constelações e reconheço a grandeza do constelador Aluísio. Trabalho que pude perceber como missão e propósito de alma! Gratidão pela oportunidade de ter constelado no grupo do dia 24/11/2018 aqui em Pouso Alegre. Foi curador, emocionante e profundo.

  4. Aluísio Alves Reply

    Thaísse, sua conquista foi proporcional à sua abertura de coração. Muitas transformações ainda virão para completar sua atitude de Buscador sincera e respeitosa com todos os Seres. Muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *