SAÚDE, DOENÇA E CURA: OLHE COM MAIS ATENÇÃO PARA ESSAS REALIDADES (Parte 2)

Conforme já destacamos, a saúde, a doença e a cura acontecem na alma. Procedimentos e métodos de cura podem ser encontrados em todas as tradições filosóficas, religiosas e culturais do mundo, com nomenclaturas diferentes.

Independentemente da abordagem, é preciso esclarecer que existem níveis diferenciados de cura: a cura completa e instantânea, percebida imediatamente pela pessoa que busca soluções para sua saúde; a cura parcial instantânea ou em fases, uma parte da solução acontece durante ou após o procedimento, porém, ficam, ainda, faltando, mais soluções, que acontecem nos dias ou meses subsequentes; a cura que não acontece, perfeitamente natural que algumas curas não aconteçam e podem existir muitos e variados motivos: a alma não quer, o buscador está energeticamente bloqueado, por conta de crenças individuais e íntimas ou não reúne condições internas para receber ou há questões mais profundas, no nível espiritual que impedem o processo ser bem sucedido, indicando, muitas vezes, que o adoecimento é mais importante do que a cura para o crescimento e libertação da pessoa, o agente de cura ou a sua energia estão inadequados, dentre muitas possíveis razões para a cura não acontecer.

Importante frisar que a cura é canalizada pelo pensamento e pelas vibrações magnéticas adequadas e fluídos apropriados. Isso inclui a pessoa que busca, quem atende e o ambiente. Os procedimentos de cura manifestam-se pela palavra, pelo toque, por gestos ou pela força do pensamento que pode romper as barreiras das distâncias…

O amor do agente de cura é fundamental e isso tem a concordância de todas as pessoas. Afinal, sabemos que o amor é a maior força que existe. Não se paga com dinheiro pela cura, mas com atitude de gratidão e pela prática do bem com todos os seres. Paga-se pela consulta médica ou terapêutica, por tratamento, por evento, retiro, encontro, workshop, porém, quando a pessoa precisa de uma intervenção de cura na alma, isso não deve ser cobrado porque trata-se de algo que vem de esferas muito refinadas em que não há como estabelecer trocas por dinheiro. Mesmo a cura que vem pelos procedimentos da medicina convencional não tem como ser precificada ou paga, e todos os que já foram beneficiados de alguma forma, sabem perfeitamente que é assim, tanto que é comum ouvir muitas pessoas dizerem: “Somente Deus para recompensar tal profissional etc”. Chamamos cura integral ao movimento curativo que reintegra o ser ao cosmos, por meio das forças vivas que interpenetram os corpos e que, por motivos ainda desconhecidos, se rompem e deixam de receber a energia da Terra e do Universo.

Existem forças e energias que são pouco conhecidas pela ciência convencional, mas isso não impede que elas sejam acessadas e utilizadas com respeito e amor em benefício de muitos. Todos os procedimentos e métodos de cura estão a serviço da Vida, portanto, devem ser respeitados e olhados com amor e gratidão. Nos momentos mais desafiadores que a existência nos apresentar, estejamos com a alma aberta para receber tudo de bom que pode vir de direções jamais imaginadas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *