TOMAR A VIDA É SINÔNIMO DE PROSPERIDADE E SUCESSO

Aprendi com um dos meus mestres, lá nos Andes Chilenos, que “sobreviver é viver pela metade”.

Desde então, minha forma de olhar para a vida nunca foi a mesma porque passei a não me contentar com o que é mais ou menos, com improvisos ou com a acomodação, que é a lei do menor esforço. Não quero sobreviver, quero viver de maneira mais vibrante, motivado para cumprir minha tarefa de vida.

Quando desafio a mim mesmo e aos que atendo em processos de desenvolvimento integral, tenho em mente algo muito claro: é necessário tomar a vida. Tomar a vida é parecido com o ato de tomar um copo d’água: é abrir-se para receber o que mata a sede, porém, sem restrições ou exigências; tomar a vida significa não recusar a taça que nos é servida e aceitar a vida tal como vem a nós.

A falta de prosperidade é sinal de que a pessoa não está inteira no fluxo da vida, ou seja, tem julgamentos, tem queixas, tem exigências e condições… assim, a vida não flui.

Muitos buscam solução para terem sucesso, mas, logo depois de terem suas almas curadas e abrindo-se para a vida plena, passam a compreender duas verdades: a primeira é que ninguém tem a vida, é a vida que tem a todos os viventes; a segunda é que ninguém atinge o sucesso, é o sucesso que encontra e abraça quem está no lugar que lhe pertence no ciclo da existência e toma a vida sem filtros ou birras infantis.

A comparação de tomar a vida com tomar um copo d’água faz sentido na medida que ambos matam a sede, do corpo e da alma; além disso, quando sentimos sede e encontramos água, não ficamos questionando de onde veio a água, se está totalmente pura e nem colocamos filtro… nossa ação é tomar a água, nada mais. Com a vida nem sempre fazemos assim, criamos crenças, levantamos questionamentos, exigimos que a vida seja de outra maneira…mas, isso não funciona porque a realidade é outra e não aquela que nós desejamos que seja.

Prosperidade e sucesso nos abraçam quando tomamos a vida com gratidão, a vida que vem através de nossos pais e de nossos antepassados, sem julgar e sem exigir mais nada, basta a vida que chegou, agora é com cada um de nós.

Quem toma a vida inteiramente não cai na tentação de se contentar com sobreviver porque sua alma quer muito mais, sabe que pode avançar e progredir na matéria, no emocional e no espiritual; quem age assim com essa postura não vive pela metade, conforme alertava meu mestre do sul do Chile, mas, é tomado pela prosperidade integral e pelo sucesso em todos os setores da vida! (Aluísio Alves é Doutor em Educação Médica, Psicanalista, Terapeuta Sistêmico e Constelador Familiar).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *