O AMOR PRÓPRIO E A PROSPERIDADE INTEGRAL

Você só progredirá e será mais próspero se cultivar o amor-próprio.

Sua grande tarefa é construir a autonomia para ser, ter, pensar e escolher. Enquanto não se interessar por si e ficar apenas observando os outros, manterá uma vida pobre e medíocre em termos de autoconhecimento; se permanecer por muito tempo justificando o que não foi capaz de ter, mas, de forma desrespeitosa, continuar dependendo materialmente de outras pessoas, estará distante da prosperidade; a mania de ficar concordando com tudo e com todos é um reflexo da falta de poder pessoal para ter as próprias convicções; e, por, fim, enquanto for mais um na multidão, seu poder de escolha continuará sendo zero e sua autoestima estará severamente comprometida.

Amor-próprio é diferente do narcisismo, que é, resumidamente, a compulsão pela admiração exacerbada de si; amor-próprio também é diferente da arrogância, essa doença da autossuficiência e da falta de humildade para pedir ajuda, quando necessário.

O amor-próprio está intimamente ligado com a prosperidade integral, ou seja, equilibrar a autoestima entre o falso sentimento de que é o máximo em tudo e a autoimagem de um Patinho Feio, prepara você para progredir na relação com o dinheiro, com as coisas materiais, em geral, boa saúde, ótimas relações de amizades e uma vida amorosa geradora de verdadeiro prazer. Prosperidade não se limita apenas a coisas materiais, mas, inclui esse importante aspecto. Somente os auto-iludidos é que negam a importância dos recursos materiais e do dinheiro, porém, grande parte das pessoas que afirmam isso, não tem autonomia e dependem materialmente dos outros. Como é de se esperar, se um dos aspectos da vida está ruim, o desequilíbrio se estende pelas outras áreas, incluindo as relações, o emocional e o espiritual. É puro mito negar a conexão entre todos os setores da existência, ou seja, a vida material e a transcendental devem ser reflexos daquilo que chamo prosperidade integral, nem seria preciso esse termo que uso, porque prosperidade já pressupõe progresso em todas as áreas da vida humana e não apenas em uma delas.

Amor-próprio se mostra na força que você encontra para escapar do consumismo, da aquisição do que é desnecessário; se mostra na firmeza para dizer não a pessoas que lhe fazem mal ou que vampirizam suas energias; o amor-próprio também se revela na decisão que você toma para conquistar seus objetivos, por exemplo, o corpo forte e saudável que merece e quer; uma conta bancária que lhe faça viver longe das preocupações financeiras; conquistar uma relação amorosa que, verdadeiramente, seja prazerosa e motivadora para se entregar inteiramente ao relacionamento… estes são somente alguns reflexos do amor-próprio que você merece cultivar, sem duvidar que sua trajetória na vida pode ser ainda muito mais significativa e que isso o livrará de adoecimentos que nascem na alma e se espalham pelo corpo, pelos pensamentos e sentimentos. Ser próspero também é uma forma de honrar a todos os seus ancestrais que lhe transmitiram a essência da Vida!

Por tudo o que trouxe para você neste breve estudo, estou convicto de que se levantará agora da posição mental em que estava e abrirá os olhos para as grandiosas possibilidades que sua vida oferece e que colocará em prática esse princípio libertador: você só progredirá e será mais próspero se cultivar o amor-próprio. (Aluísio Alves: Doutor em Educação Médica, Psicanalista, Terapeuta Sistêmico e Constelador Familiar).

One thought on “O AMOR PRÓPRIO E A PROSPERIDADE INTEGRAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *