PERIGOS DE SE FECHAR OS OLHOS PARA CAUSAS E GATILHOS DA ANSIEDADE

É preciso admitir que existem muitas e variadas causas e diversos gatilhos que levam pessoas para um mundo de profunda confusão mental e dificuldades de lidar com as questões do dia a dia.

Existem causas de ordem orgânica e emocional e outras que são surpreendentes quando percebidas, porém, isso é assunto para outro momento. Neste espaço quero apresentar o que descobri como um dos mais repetidos gatilhos para a ansiedade na vida pessoal e profissional e os perigos que muita gente corre por fechar os olhos para isso.

Meu papel aqui será o de convidar para um olhar mais abrangente e despertar na pessoa interessada uma atenção mais refinada para eliminar as causas e isolar os gatilhos que a fazem mergulhar, mesmo que não queira, no terrível universo da ansiedade.

Como exemplos de curas e soluções para a ansiedade, que se liga diretamente a crises de pânico e longas crises depressivas, poderia escrever um livro somente falando sobre as pessoas que ajudei a se livrar desses incômodos e viverem de forma mais leve e produtiva, porém, bastam alguns para ilustrar.

O primeiro caso é de um estudante universitário, que próximo de se formar em um curso muito desafiador e muito valorizado no mercado de trabalho, viu-se incapaz de cumprir suas atividades e foi tomado por uma ansiedade incapacitante. Só encontrou solução quando, viu claramente que o fato de estar gastando todas suas finanças com compras por impulso, ficava sem dinheiro para pagar aluguel e alimentação e isso gerava toda a ansiedade que lhe tirava qualquer condição para se concentrar e estudar. O segundo exemplo é de um profissional liberal, maduro, com carreira consolidada que se via frequentemente dominado pela ansiedade seguida de crise depressiva que fazia com que entregasse a administração do seu consultório a terceiros inescrupulosos e despreparados e que estavam afundando a sua carreira. Mesmo se tratando com medicamentos e orientado por excelentes médicos, não melhorava e nem os sintomas desapareciam. Após olhar com seriedade para sua vida e descobrir que a preocupação com a escassez de dinheiro era o gatilho que disparava a ansiedade, foi orientado e passou a ter pleno domínio de sua vida pessoal e profissional , ficando a ansiedade perfeitamente administrável quando raramente surge por outras razões. O terceiro caso é de um casal que estava a ponto de se separar por conta da desconfiança mútua e da ansiedade que os parceiros viviam, chegando ao ponto de não terem mais interesse um pelo outro. A causa era de origem sistêmica, vinda da família de origem deles e o gatilho era um medo secreto que mantinham em relação ao dinheiro. Cada parceiro obteve a solução porque se dispôs a olhar para as verdadeiras causas dos problemas conjugais e receberam cura e solução para a forma de se relacionar com o dinheiro. Resolveram ter filho e estão muito bem.

Finalizando, é preciso reafirmar que existem perigos de se negar a admitir que muitas causas e gatilhos da ansiedade na vida vem da questão delicada que é relacionar com o dinheiro e as demais coisas materiais. Por esta razão, tenho incluído nos meus atendimentos individuais e em grupo uma atenção especial à prosperidade integral que inclui o dinheiro e outros aspectos muito importantes para a vida de cada um de nós. E no seu caso, de que forma sua maneira de lidar com dinheiro, tanto a presença dele quanto a falta, tem influenciado a sua vida? (Aluísio Alves: Psicanalista, Doutor em Educação Médica, Constelador Sistêmico, Executive Coach, Treinador Comportamental).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *