A DESAFIADORA ATENÇÃO AO QUE É ESSENCIAL

A indústria da diversão cresce no mundo inteiro e isso, independentemente dos benefícios que traga, é uma prova indiscutível do quanto a humanidade olha mais para fora e menos para dentro.

Entre ler um livro clássico, cultivar o espírito por meio do conhecimento mais profundo, e manusear freneticamente o celular para ver o vazio que desfila nas redes sociais, a segunda opção já está automatizada.

A dificuldade ou o desinteresse pelo que é essencial tem sido uma das grandes causas da desorientação, da ansiedade, da depressão, da falta de paciência, do esgotamento geral que tem tomado conta do corpo, da mente, da emoção e da dimensão espiritual, diga-se, porém, que todas essas instâncias são uma coisa só, são faces de um todo indivisível do Ser.

Longe de ser uma crítica ou uma postura moralista, esta é somente uma reflexão, um convite para a atenção ao que é essencial.

Neste cenário de cultivo do que é externo, fútil e descartável, a presença de Instrutores engajados no desenvolvimento integral do Ser é substituída pelos arautos da espiritualidade instantânea, que não exige nada, que basta falar a respeito e já se torna um iluminado, conhecedor dos mistérios da Vida e da Morte… a realidade mostra que as coisas não funcionam dessa forma “tão profunda quanto um pires”…

Colocar atenção no que é essencial é um grande desafio, porém, possível e necessário a todos os Seres. Olhar para dentro é o movimento básico, autoconhecimento, prática disciplinada da busca, muitas vezes, em silêncio, sem posts, sem likes… trabalho interno sobre si, esculpindo em rocha bruta o ser que se busca, suportando as agruras dos dias, das doenças, dos impedimentos e das limitações de toda ordem… por isso, a desafiadora atenção que é essencial é um chamado para todas as pessoas que decidem sair da mesmice e do tédio do que é raso para tomarem atitude de Guerreiras e Guerreiros!

Se a atenção está, repetidamente, todos os dias, no que é efêmero, o resultado é inevitável e óbvio: incerteza e vazio existencial.

Alguns podem pensar que se mudarem de cidade, de país, de religião, de emprego, de profissão etc, terão como olhar para o essencial da vida. Talvez uns poucos precisem fazer isso mesmo, entretanto, se cada Ser se aprofundar no conhecimento paciente e atento sobre sua cidade, seu país, sua religião, sobre a empresa onde trabalha, sobre sua profissão, mudarão suas próprias vidas porque é isso que precisa ser ressignificado.

Nos últimos dias, precisei de atendimento para tratar de um pequeno ferimento em uma das mãos e um dos médicos que me atendeu só tinha a mão esquerda… ou seja: quando estamos, mesmo nos momentos de adversidades, atentos ao que é essencial, até os acontecimentos mais desagradáveis nos trazem preciosas instruções para uma Vida focada no que é essencial e nos impulsiona para uma evolução consciente. Como percebeu, este breve estudo é para convidar todos os Seres para dar atenção ao que é essencial. (Aluísio Alves: Psicanalista, Terapeuta Sistêmico, Pós-Doutorando em Educação, Doutor em Educação Médica, Hipnose Clínica, Mentoria de Líderes e Equipes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *