ESPIRITUALIDADE NA PRÁTICA E TRATAMENTO DA PROCRASTINAÇÃO

Cada dia que a pessoa procrastina o que precisa fazer para sua evolução consciente, torna-se uma fonte de ansiedade e de perda de energia.

Penso que estamos de acordo com o fato de que a espiritualidade não é propriedade de nenhuma religião ou filosofia de vida. Espiritualidade é um chamado interno para a transcendência, para a evolução consciente e a ampliação da consciência.

Penso também que estamos de acordo sobre a destrutiva força da procrastinação que entra feito poeira fina em nossos hábitos e nos mantém limitados em todos os setores da vida. Procrastinar é muito mais do que deixar para depois, do que adiar… procrastinar é recusar as grandiosas forças que estão disponíveis em forma de energias sutis para nossa realização.

A espiritualidade na prática e o tratamento eficaz da procrastinação somente são possíveis para quem decide parar de ficar olhando só para cima e colocar sua atenção no dia a dia. Refiro-me ao exercício diário, paciente e persistente. Para que isso tenha êxito, é preciso vencer a dissipação.

Aprendi na convivência com um sábio com quem tomei durante três anos lições de espiritualidade. Repetia incansavelmente, meu octogenário Mestre, que somente evitando a dissipação é que se conseguiria ter bons resultados nos exercícios espirituais. Já se passaram 38 anos e durante todo esse tempo, com outros aprendizados que somaram ao longo da vida, tenho plena convicção, observando em mim e nas pessoas a quem tenho a honra de oferecer mentorias ou atender em seus processos terapêuticos, de que a espiritualidade é, de fato, um chamado interno e que deve ser respondido na prática e não no mundo das ideias e que a procrastinação pode ser tratada diariamente observando os próprios hábitos e decidindo o que precisa mudar para melhor. Uma pessoa que recebe uma cura, se não cultivar sua vida mental, emocional e espiritual, tem a tendência de recair na doença, que, nesse caso, funciona como um alarme que indica que é preciso olhar mais profundamente para sua alma, sua essência.

Algumas sugestões para praticar a espiritualidade e superar a procrastinação:
a) fechar a gaveta toda vez que a abrir;
b) colocar nos lugares os objetos que usou;
c) cumprir o que promete nos horários marcados;
d) falar menos para poder ouvir mais;
e) reduzir as coisas que acumula desnecessariamente;
f) devolver o que tomou emprestado;
g) pagar com alegria pelos produtos e serviços;
h) bendizer as pessoas que tem sucesso;
i) cumprir os preceitos da sua religião ou filosofia de vida;
j) anotar o que precisa fazer;
k) ser mais cuidadoso com tudo o que faz enquanto cultiva bons pensamentos.

Poderia sugerir mais, mas, esta pequena lista é suficiente para despertar os que querem atender ao chamado interno de desenvolver a espiritualidade na prática e tratar a procrastinação.

Espiritualidade deve ser vista como resposta da pessoa à vocação pessoal. Não é uma imposição ou uma disciplina cega que só servem para gerar gente arrogante que se coloca acima dos semelhantes.

É preciso reafirmar que cada dia que a pessoa procrastina o que precisa fazer para sua evolução consciente, torna-se uma fonte de ansiedade e de perda de energia, que espiritualidade é um chamado interno, portanto, que pertence a todo Ser que se dispõe a ouvir a voz interior que fala em seu coração. (Aluísio Alves: Psicanalista, Terapeuta Sistêmico, Pós-Doutorando em Educação, Doutor em Educação Médica, Hipnose Clínica, Mentoria de Líderes e Equipes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *