O DINHEIRO E SUAS INFLUÊNCIAS NA VIDA DO CASAL (PARTE 2)

O casal que tem clareza sobre a sua disposição em olhar para a vida financeira e está 100% focado no dinheiro que entra, fica e sai da sua vida, consegue melhorar e fortalecer seu relacionamento amoroso.

O descontrole financeiro tem sido um dos fatores mais fortes para gerar desentendimentos, brigas e separações de casais. Poderiam ser prósperos e mais felizes nos relacionamentos se cuidassem melhor das finanças e conversassem com maturidade sobre esse assunto.

Algumas atitudes recomendadas para o casal que quer recolocar sua vida financeira e seu relacionamento nos trilhos:

1) Inicialmente, os parceiros devem ter transparência sobre o dinheiro;
2) Montar uma planilha para que ambos tenham acesso, depois, rever juntos os gastos fixos, tais como alimentação, prestações, manutenção da casa, escola etc;
3) Conversar muito para reduzir despesas e desperdícios;
4) Educar desde já os filhos na forma de lidarem com as finanças;
5) Planejar uma ou mais formas de investir, mesmo que seja um valor pequeno. Poupar é importante.

Para casais que não têm o hábito de administrar a vida financeira, recomendo que comecem com paciência e que possam, no seu tempo, sofisticar a própria administração de suas finanças.

Na vida financeira do casal, o que mais prejudica é o silêncio. É a falta de diálogo franco, honesto e respeitoso. Casal que toma as rédeas das finanças vive melhor e prospera muito mais na vida material e cresce no amor de uma convivência amadurecida.
(Aluísio Alves: Psicanalista, Terapeuta Sistêmico, Pós-Doutorando em Educação, Doutor em Educação Médica, Hipnose Clínica, Mentoria de Líderes e Equipes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *