OS CUIDADOS COM OS CABELOS E A ATENÇÃO ESPECIAL AO SEU MUNDO INTERNO

Algo não vai bem quando a pessoa é menos criteriosa para permitir que tratem sua vida emocional do que as exigências que tem com quem vai cuidar dos seus cabelos.

Obviamente, na escolha do profissional que vai cuidar dos cabelos, entram os critérios de confiança, experiência, recomendação de outras pessoas, produtos que usa, atualização profissional, dentre outros. É só uma comparação porque todos devemos ter muito cuidado ao confiar nosso mundo emocional, nossas dores de alma, nossos emaranhamentos e problemas que enfrentamos na vida a profissionais de ajuda terapêutica. Tanto para o mundo da beleza quanto para a dimensão emocional, escolher pelo menor preço é um dos critérios mais perigosos porque sempre haverá quem faça qualquer serviço mais barato, porém, os filtros que você usa para escolher é que fazem a diferença.

Muita gente perde ou danifica gravemente os cabelos e, por isso mesmo, precisa, depois, gastar muito mais dinheiro e tempo para recuperar sua saúde capilar exatamente porque caiu na armadilha do menor preço. No mundo interno, na dimensão emocional, tenho atendido a muitas pessoas do Bem que foram muito prejudicadas por atendimentos frágeis, sem o devido preparo e conhecimento profundo, consequências das “formações” fast-food, rápidas e ineficazes para permitir que seja estudado o complexo mundo psíquico e sua interação com acontecimentos da história pessoal. Cuidar do mundo emocional é algo muito sério e exige esmerado preparo. Lidar com a alma humana e seus mistérios não vem somente pelos estudos, vem pela dedicação paciente do candidato a profissional primeiramente para resolver minimamente suas próprias questões pessoais, relacionais, materiais, profissionais e espirituais.

Como confiar na orientação para ter sucesso se quem está “orientando” não tem nenhum triunfo feito com os próprios esforços e talento? Como aprender a lidar com o dinheiro com quem é incompetente na própria vida financeira? Como lidar com reações inesperadas que podem ocorrer durante um atendimento se quem atende nem sequer conhece o mínimo do mínimo acerca do funcionamento do psiquismo humano e, pior, nem noção tem do que seja aquele comportamento? Como confiar nas orientações para a vida conjugal se quem as oferece jamais fez mudanças importantes nessa área tão sensível? Como ser ajudado na vida espiritual, que é a transcendência humana, por gente que só conhece fragmentos engolidos rapidamente em videos e textos de segunda mão que poluem a internet com avalanches de falatórios sem pesquisa e longo período de estudos e reflexões?

Este pequeno estudo é um alerta para que usemos também critérios tão rígidos para confiar nosso mundo interno a outras pessoas quanto usamos para permitir que mexam em nossos cabelos. Ambos precisam mesmo de critérios e muita atenção. A diferença está nas consequências: uma na parte externa e outra na dimensão interna. A externa exige olhos competentes para ver e a parte interna exige também muita preparação. Ambas não são para amadores ou para quem aprendeu uma “tecnicazinha” ali e outra “tecnicazinha” lá, deve ser atividade de gente séria que tem consciência da responsabilidade imensa que deve ter diante de quem busca atendimento.

Agradeço aos meus amigos e amigas cabeleireiras e cabeleireiros que me permitiram fazer esta metáfora comparativa, mas, isso deve ser válido para todas as profissões. A questão é que a humanidade abandonou o que é profundo e ao que é sagrado, pois isso exige tempo de maturação para se arriscar em mares muito surpreendentes e perigosos como são aqueles da vida emocional, por isso, os problemas tem aumentado ao invés de diminuir e isso, por si só, já é um forte motivo para você não se colocar nas mãos de profissionais cuja competência é questionável porque, além de não resolver, atrasará seu processo de tratamento e conquista de boas soluções e cura para sua alma. (Aluísio Alves: Psicanalista, Terapeuta Sistêmico, Pós-Doutorando em Educação, Doutor em Educação Médica, Hipnose Clínica, Mentoria de Líderes e Equipes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *